CaféCafés EspeciaisEVENTOS - DESTAQUES

Conheça os vencedores do 33º Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso

Três regiões de Minas Gerais se destacam na premiação levando os finalistas ao pódio.

O Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso chega à sua 33ª edição e revela os produtores e as regiões brasileiras que estão em evidência no saboroso universo da illycaffè, empresa reconhecida por oferecer o melhor café sustentável ao mundo.

O grande destaque da noite vai para o Estado de Minas Gerais, de onde saíram os três grandes vencedores da edição, que receberam diplomas e cheques no valor de R$ 10 mil cada um: Décio Bruxel (Cerrado Mineiro), Matheus Lopes Sanglard (Matas de Minas) e Flávio da Costa Figueredo (Sul de Minas). Os três também ganham uma viagem ao exterior para participar do 9º Prêmio Internacional de Café Ernesto Illy, que reúne em disputa os 27 cafeicultores selecionados de 9 países que fornecem grãos para o exclusivo blend illy.

Durante a premiação foram também revelados os produtores vencedores nacionais que ficaram em 2º lugar em suas regiões e os ganhadores do Prêmio Classificador do Ano, cujo objetivo é reconhecer o esforço e dedicação dos classificadores na busca constante pelo café sustentável de qualidade.

Reforçando seu apoio às práticas ambientais sustentáveis que fazem parte de seu estatuto como empresa B Corp e comprometida em mitigar os efeitos das mudanças climáticas em toda a cadeia de fornecimento, começando pelo cultivo do café, a illycaffè promove o modelo sustentável de agricultura regenerativa, que permite regenerar naturalmente o solo e reduzir as emissões de CO2. Referência em cultura e excelência do café, a illy compra diretamente dos produtores, em um processo de sustentabilidade econômica, social e ambiental que percorre toda a cadeia de abastecimento, de acordo com o protocolo Sustainable Procurement Process da DNV e com os objetivos dos ODS das Nações Unidas.

A cerimônia realizada na quinta, dia 21 de março, em São Paulo contou com as presenças do presidente da illycaffè, Andrea Illy e da diretora de Ética, Anna Illy. Os vencedores foram selecionados pela Comissão Julgadora do Prêmio, composta por especialistas que analisaram as 760 amostras inscritas das principais regiões produtoras de café arábica do país. 

A premiação, que teve início em dezembro de 1991, ficou conhecida por mudar para sempre o rumo da produção cafeeira no país. Uma iniciativa pioneira que já reconheceu mais de mil e quinhentos cafeicultores brasileiros e entregou mais de R$ 8 milhões em prêmios. Um projeto que atravessou fronteiras e inspirou o Prêmio Internacional de Café Ernesto Illy, levando o conceito de qualidade, bem-estar e sustentabilidade propostos pela illycaffè a vários cantos do mundo. O café brasileiro está entre os seletos grãos do único e exclusivo blend illy, que é degustado diariamente em 8 milhões de xícaras de café servidas em mais de 140 países ao redor do mundo.

Prêmio Ernesto Illy – Regional:

A categoria regional avalia 10 regiões e nesta edição sete regiões foram premiadas:

Cerrado Mineiro

1º colocado –  Décio Bruxel
2º colocado –  Eduardo Pinheiro Campos

Chapada de Minas

1ª colocada – Maria Cacilda Cester Arroyo
2º colocado – Luis Manuel Fachada Martins da Silva 

Matas de Minas

1º colocado – Matheus Lopes Sanglard
2º colocado – Raimundo Dimas Santana         

Sul de Minas

1º colocado – Flavio da Costa Figueredo
2º colocado – Renato Assis Moreira

Centro Oeste

1º colocado – Marcio José Gremonesi
2º colocado – Gelci Zancanaro

São Paulo

1ª colocada –   Agropecuária da Pedra
2º colocado –  João de Deus Tranquillini              

Região Sul

1º colocado – Luiz Roberto Saldanha Rodrigues

Prêmio Ernesto Illy – Classificador do Ano:

1º colocado – Luiz Evandro Ribeiro (Sul de Minas)
2º colocado – Edenilson de Oliveira Cabral (Matas de Minas)
3º colocado –  Ricardo Nogueira Coelho (Cerrado Mineiro)

Related posts

[Rodrigo Corrêa da Costa] – Mercado do Café – 24 a 28/09/2018

Mario

[Marcelo Fraga Moreira] – Mercado do Café – “Começou a Reversão?”

Mario

Emater-MG incentiva uso de plantas de cobertura para proteção do solo em lavouras de café, frutas e grãos

carlos

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais