CaféCafés EspeciaisEVENTOS - DESTAQUES

Concurso Estadual do Café de 2024 espera recorde no número de amostras

“Qualidade do Café de São Paulo” valoriza a bebida e cresce a cada ano.

Buscando valorizar o café paulista, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de SP anunciou, durante a Agrishow, o pré-lançamento do Concurso Estadual “Qualidade do Café de São Paulo” de 2024. Já é a 23ª edição da iniciativa que promove e divulga os cafés paulistas para os mercados interno e externo.

O Concurso está previsto para ser oficialmente lançado no dia 24 de maio. “O setor pediu a presença do Estado e nós atendemos. O nosso objetivo é reconhecer os produtores, capacitar e ajudar no mercado e na comercialização, para que cada vez produzam mais e melhor”, disse o coordenador das Câmaras Setoriais e Temáticas da SAA, José Carlos de Faria Jr.

“Ficamos muito contentes de poder participar desse concurso. Nosso futuro está nas nossas origens, o café criou São Paulo. Queremos resgatar e reconhecer a garra, o ânimo e a vontade dos nossos cafeicultores”, destacou o coordenador da CATI, Ricardo Pereira.

“O concurso era apenas regional, com cooperativas e associações. Agora, nos últimos 2 anos, se tornou estadual, integrando todos os produtores paulistas. Em 2022, o primeiro concurso neste molde, foram 189 amostras enviadas. Em 2023, o número aumentou para 328, e neste ano, a nossa expectativa é atingir 500 amostras”, observou Geraldo Nascimento Junior, diretor da CATI Regional de Franca, da SAA.

O café foi o principal motor econômico do Brasil e de São Paulo no final do século XIX e início do século XX, na época conhecida como “Ciclo do Café”.  Atualmente, a produção de café no Estado de São Paulo está avaliada em 5,4 milhões de sacas beneficiadas, representando um crescimento de 7,4% em relação a 2023, de acordo com dados da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB). As cinco principais regiões cafeeiras paulistas estão em Franca, São João da Boa Vista, Marília, Ourinhos e Bragança Paulista.

Para a produtora Rosa Palaro, o concurso reconhece a qualidade dos cafés especiais do estado. “O convite da Secretaria para expormos aqui, junto com a oportunidade de participar do concurso traz visibilidade e reconhecimento para os produtores”, relatou.

O concurso é organizado pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI), juntamente com Apta Regional, Instituto Agronômico (IAC), Instituto de Economia Agrícola (IEA) e Instituto de Tecnologia de Alimentos (ITAL), institutos de pesquisa da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), vinculadas à Secretaria de Agricultura e Abastecimento.

Related posts

EPAMIG Oeste alavanca cafeicultura no Cerrado Mineiro

Mario

12º SBSBL debate produtividade, sustentabilidade e rentabilidade na cadeia de leite

carlos

[ATLANTICA COFFEE] – Relatório Semanal 26 Jan 2024

carlos

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais