Tecnologia

Como a tecnologia blockchain vem auxiliando nas práticas do agronegócio

No cenário atual, em que a tecnologia está cada vez mais integrada às operações do agronegócio, o blockchain desponta como uma ferramenta disruptiva com o potencial de transformar diversas áreas, desde a agricultura até a pecuária. 

Com sua capacidade de proporcionar transparência, eficiência e segurança em todas as etapas da cadeia produtiva, o blockchain está impulsionando uma nova era de inovação e crescimento sustentável no setor agrícola.

Para contextualizar, blockchain é uma estrutura de dados descentralizada e distribuída que registra transações em uma rede de forma segura, tanto no envio quanto no recebimento de informações. Cada transação é registrada em blocos conectados e imutáveis, garantindo proteção e transparência, pois estão vinculadas a uma impressão digital.

Acompanhe a leitura e entenda como o blockchain está sendo empregado no agronegócio, suas vantagens e exemplos de sua utilização.

A aplicação do blockchain nos setores do agronegócio digital

De acordo com o relatório “Time for Trust” da PwC sobre blockchain e o mercado global, 61% das empresas estão investindo na transformação digital de seus processos para impulsionar sua eficiência. No setor agropecuário, isso não é diferente.

Na agricultura, o blockchain está revolucionando a gestão de fazendas e propriedades rurais. Por meio de dispositivos IoT (Internet das Coisas) e sensores inteligentes, os agricultores podem coletar dados em tempo real sobre condições climáticas, qualidade do solo e produtividade das colheitas. 

Já na pecuária, a tecnologia está sendo utilizada para monitorar e rastrear o movimento de animais ao longo de toda a cadeia de produção, para um acompanhamento completo desde o nascimento até o abate – garantindo a qualidade e segurança dos produtos de origem animal.

Esses dados são registrados em uma plataforma blockchain, permitindo uma análise mais precisa e preditiva, para a implementação de melhorias no desempenho produtivo. Além disso, também auxilia nos processos de monitoramento quanto aos trâmites de SST das empresas de agronegócio, garantindo o bem-estar dos funcionários.

Outro exemplo de aplicação está na logística e distribuição, pois o blockchain está otimizando a gestão da cadeia de suprimentos, reduzindo os custos operacionais e os prazos de entrega. 

Por meio de contratos inteligentes e da tokenização de ativos agrícolas baseados na tecnologia, os participantes da cadeia podem automatizar processos de pagamento, acompanhar o transporte de produtos e garantir a integridade das mercadorias durante todo o trajeto, desde a fazenda até o consumidor final.

Perspectivas futuras para os investimentos em blockchain

De acordo com a Statista, os gastos com a implementação da tecnologia blockchain devem aumentar para US$ 19 bilhões neste ano de 2024. 

Há um ano, essa inovação era avaliada em US$ 4,6 bilhões, e teve um crescimento de 44,3% em 2023, segundo relatório da FMI.

Com isso, a popularização dessa modernidade pode avançar o PIB Global em uma média de US$ 1,76 trilhão até 2030, conforme projeção do relatório “Time for Trust” da PwC.

Related posts

APTA lança chamamento público para criação de ecossistema paulista de inovação do agro

Mario

Algoritmo adaptado à agricultura brasileira pode viabilizar a irrigação de precisão no país

Mario

Prêmio Agrishow de Startups 2023 conta com 11 finalistas

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais