Café

CNC mostra o café sustentável do Brasil em reunião da OIC

Vídeo foi produzido pelo Conselho Nacional do Café com apoio das cooperativas associadas e chamou a atenção por mostrar ao mundo o quanto a produção de café no Brasil é sustentável.

O Brasil não é apenas o maior produtor e exportador de café do mundo. O país se destaca por ter um produto de extrema qualidade, alcançado dentro dos princípios da sustentabilidade. Essa realidade foi apresentada ao mundo durante a 134ª Sessão do Conselho Internacional do Café promovido pela OIC, em Bogotá, na Colômbia.

O Conselho Nacional do Café (CNC) foi convidado a mostrar aos participantes como o fruto brasileiro tem sido produzido com foco no cuidado social, ambiental e econômico. O vídeo foi produzido pela equipe de comunicação do CNC com apoio das cooperativas associadas. O enfoque foi voltado em apresentar a realidade vivida nas lavouras. Participam do filme, famílias de produtores que contaram suas histórias de superação, mostraram suas propriedades e o quanto a questão ambiental tem sido tratada com zelo.

Projetos sustentáveis como o Consórcio Cerrado das Águas, a agricultura regenerativa e a Denominação de Origem despertaram interesse do público que acompanhou a exibição. O Programa Café Produtor de Água também ganhou destaque e foi lançado de forma oficial no exterior. Há ainda falas importantes de autoridades do setor político-cafeeiro nacional, através da participação do presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Lopes de Freitas, do representante do Instituto Interamericano de Cooperação para Agricultura (IIC), Gabriel Delgado e do Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Marcos Montes.

Silas Brasileiro, presidente do CNC, disse que foi um grande desafio produzir um vídeo de poucos minutos que pudesse representar a pujança do café brasileiro. “No entanto, com um esforço grande da nossa equipe e a consultoria essencial das cooperativas pudemos produzir um filme que resumisse um pouco das ações sustentáveis da cafeicultura nacional. O resultado foi o melhor possível. Ao final da reunião fomos procurados por outros países que se interessaram em visitar nosso país em busca de intercâmbio de informações”.

Para o gestor de comunicação do CNC, Alexandre Costa, o processo de construção do vídeo foi baseado no que produtores e gestores das cooperativas apresentaram como sendo fundamentais que constasse no filme. “Visitamos algumas cooperativas, associações e projetos, para ouvir in loco quais informações não podiam faltar. A partir daí, roteirizamos e nos debruçamos a fazer um vídeo em que a preocupação não fosse só a estética, mas que o conteúdo apresentasse o diferencial do café brasileiro. Agradecemos a todos que nos atenderam tão bem e comemoramos hoje o bom resultado da exibição desse material no exterior”, finalizou.  

Assista o vídeo que foi exibido na OIC

Related posts

NÃO AGRADOU: Governo reajusta preços mínimos de café Arábica e Conilon

Mario

Regulamentação da União Europeia deve dificultar exportação de café

carlos

[Marcelo Fraga Moreira] – Mercado do Café – “A solução pode estar no seu vizinho” (comentário semanal 18 a 22/10 de 2021)

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais