fbpx
Revista Attalea Agronegócios
NOTÍCIAS Tecnologia

CapTable abre inscrições para Agritechs captarem até R$15mi em investimentos

A CapTable, maior plataforma de investimentos em startups no Brasil, anuncia uma chamada especial para Agritechs (startups que usam tecnologia no campo) realizarem suas rodadas de investimentos de até R$15mi em cada aporte. 

O novo limite de valor será o triplo do que é permitido atualmente pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários), órgão que regula esse mercado no país. As novas regras entrarão em vigor a partir do dia 1° de julho deste ano. Para se candidatar a uma dessas rodadas, as Agritechs devem preencher um rápido formulário disponível no site da CapTable

O time de especialistas da plataforma examinará as informações e entrará em contato com aquelas que têm o potencial de terem rodadas apresentadas aos mais de 37 mil investidores cadastrados na plataforma. 

A seleção das Agritechs será feita por experts comandadas por Gustavo Piccinini, membro do conselho da CapTable e um dos maiores especialistas em venture capital do país. “O primeiro aspecto que analisamos é se há um MVP já validado, um faturamento em constante crescimento e se o produto ou serviço já está disponível para escalar no mercado do agronegócio”, explica Piccinini.

Outro aspecto importante a ser analisado é o time que está trabalhando em cada empreendimento digital, com especial enfoque na liderança de cada startup. “Costumamos dizer que apostamos mais no jockey do que no cavalo, sobretudo em um setor como o agronegócio que se mostrou inabalável com a pandemia e despertou a consciência de que é preciso usar a tecnologia no campo para otimizar o trabalho e aumentar a produtividade”, afirma Paulo Deitos, cofundador da CapTable. 

A investida especial da plataforma em soluções para o agronegócio têm motivos concretos. A primeira é que o setor representa 20% do PIB nacional e é responsável por mais da metade das exportações brasileiras. 

De acordo com projeções do Ministério da Agricultura, as lavouras devem faturar até R$811bi neste ano. Já a pecuária passou de um faturamento de R$339bi para R$357bi entre 2020 e 2021.   

Por trás desses números, há uma presença das agritechs, que se fortaleceram com a pandemia aproveitando a agilidade característica do ecossistema de startups em criar soluções e colocá-las em execução de forma assertiva no mercado. 

Segundo dados do 2º Censo AgTech de Startups Brasil, realizado pela Esalq-USP (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) e a AgTechGarage, existem hoje no Brasil cerca de 300 empresas nessa classificação. E esse número tende a aumentar com cada vez mais dores do setor sendo resolvidas por meio da tecnologia e do empreendedorismo. 

A CapTable já realizou rodadas de investimentos para startups do agro como a Eirene Solutions, Skydrones, Pomartech, Leigado e recentemente a gaúcha Auster. 

Podem se inscrever para a chamada especial para agritechs da CapTable aquelas que trazem ideias disruptivas e inovadoras para agropecuária de precisão, controle biológico, diagnóstico de imagem, economia compartilhada, fertilizantes, inoculantes e nutrientes, genômica e biotecnologia, gestão de resíduos e água, Internet das Coisas (IoT) no agronegócio e outros. 

Mais informações e inscrições estão disponíveis em https://captable.com.br/quero-captar

Related posts

BAHIA FARM SHOW 2019 dobra área coberta e garante mais espaços em tecnologia para o campo

Congresso Brasileiro do Agronegócio 2021 abre as inscrições

Revista Attalea Agronegócios

Fábrica de botas texanas de Franca, SP, aposta em site exclusivo para compras no atacado

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário