Cana de Açúcar

Bureau Veritas valida primeiro programa de emissão de títulos verdes para produtores de cana-de-açúcar

Ação pioneira no setor deve beneficiar, inicialmente, 65 fornecedores da Usina Coruripe que tiveram elegibilidade aos princípios de Green Bonds atestada pelo Grupo.

O Bureau Veritas, líder mundial em Teste, Inspeção e Certificação (TIC), valida o primeiro programa de emissão de Títulos Verdes para produtores de cana-de-açúcar, possibilitando a aquisição de linhas de crédito atreladas aos Green Bonds Principles (GBP).

A iniciativa é pioneira no setor e deve beneficiar, inicialmente, 65 fornecedores da Usina Coruripe, por meio de operação de Certificado de Recebíveis do Agronegócio (CRA), estruturada e intermediada pela Datagro Financial, unidade de negócios financeiros da Datagro, a maior consultoria agrícola independente, e a Vectis Capital Solutions, empresa de estruturação de operações financeiras.

A operação contou ainda com a garantia do BNDES à Classe Sênior do CRA. Além de atestar a elegibilidade dos candidatos, o Bureau Veritas é responsável por assegurar os parâmetros do Green Bond Framework da produtora de álcool, açúcar e energia, em relação aos requisitos de conformidade ambiental, melhores práticas de produção, uso e gestão de recursos, processo para avaliação e seleção dos projetos e relato de informações.

“O Bureau Veritas existe para ajudar a construir um mundo melhor e os Green Bonds são uma excelente ferramenta para fomentar a Sustentabilidade em empresas de todos os setores da economia. A iniciativa da Usina Coruripe é outro grande exemplo de que o lucro e a responsabilidade socioambiental caminham muito bem juntas, trazendo resultados positivos não só para a economia local, como para o cenário nacional e o futuro do planeta”, afirma Andressa Lisboa, diretora de Certificação e Auditoria do Bureau Veritas.

“Estamos felizes com a asseguração dessa operação, uma vez que viabiliza o acesso do produtor pessoa física ao mercado de capitais. Receber uma verificação ESG pela Bureau Veritas vai ajudar a fomentar recursos para uma cultura que é matéria-prima para biocombustível, energia de baixo carbono e gera empregos fora dos grandes centros urbanos.  Além disso, reconhece o trabalho socioambiental que a Usina Coruripe realiza desde sua fundação, bem como as boas práticas agrícolas empregadas pelos fornecedores de cana-de-açúcar da usina”, afirma Carolina Troster de Hollanda, sócia da Datagro Financial.

O processo de validação do Green Bond Framework considera os critérios do GBP e ainda os requisitos técnicos do Bureau Veritas para análise de compliance ambiental e agricultura de baixo carbono. Por meio dos indicadores definidos, a Usina Coruripe passa a monitorar o desempenho agrícola dos seus fornecedores para emitir ou renovar o CRA Verde. Com o título, produtores de cana podem solicitar linhas de crédito para custeio do processo produtivo. “A combinação de uma operação de longo prazo e uma asseguração ESG é um passo estratégico e transformador para produtores de cana acessarem linhas de financiamento adequadas e a custos mais competitivos” afirma Thierry Soret, CFO da Usina Coruripe.

O Bureau Veritas foi responsável ainda pela etapa de verificação de pré-emissão dos títulos, com auditoria presencial em 65 produtores de cana das cooperativas Canacampo, Coperama e Asforama. Foram avaliados atributos ambientais e/ou agronômicos que contribuem para a mitigação, adaptação e resiliência dos sistemas de cultivo agrícola, como requisitos de mitigação avaliados e registrados em um check list de verificação, práticas agrícolas de baixa emissão de carbono, análise de riscos climáticos com definição objetiva de responsabilidades e ações preventivas e corretivas.

A verificação faz parte do portfólio de Green Line do Bureau Veritas, que visa capacitar organizações privadas e públicas para implementar, medir e alcançar seus objetivos em Sustentabilidade. O Grupo é responsável por viabilizar mais de 20 Títulos Verdes de empresas de Energia Renovável, Agricultura, Cimento e Tecnologia Agrícola.

FONTE: Mariana Buccieri – BUREAU VERITAS

Related posts

Concluído maior sequenciamento do genoma da Cana de Açúcar comercial

Mario

Sistema TEMPOCAMPO projeta aumento da safra de Cana-de-Açúcar em 2022

Mario

FENASUCRO & AGROCANA confirma expectativas da 26ª edição

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais