fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Image default
EMPRESAS NOTÍCIAS

BioCubo: como tratar caixas de gordura com essa solução?

Você já conhece o BioCubo? Ele pode mudar completamente sua relação com os restos de alimento que descem pelo ralo. Quem trabalha com alimentação, como gestores de restaurantes, hotéis e lanchonetes, sabe que a caixa de gordura é um problema de difícil resolução e que muitas vezes irrompe nos momentos mais inoportunos — quando o estabelecimento está cheio de clientes para atender.

O processo de limpeza da caixa de gordura é desagradável de realizar e precisa de muito cuidado para não danificar o próprio sistema ou a tubulação. Com o acúmulo de matéria orgânica, insetos e roedores passam a circular pela caixa e, consequentemente, pelo estabelecimento, trazendo preocupações sanitárias e colocando em risco a imagem da empresa. O biocubo pode resolver tudo isso sem complicação. Entenda como funciona!

O que é o BioCubo?

Biocubo é um concentrado sólido de micro-organismos degradadores de matéria orgânica — especialmente ácidos graxos, parte estrutural da gordura que sobra de nossas refeições.

Não há produtos químicos na composição do BioCubo e a sua estrutura não é geneticamente modificada, apresentando espécies que ocorrem no meio ambiente, porém em maior quantidade e com maior atividade, tornando a quebra da gordura muito mais eficiente.

Como funciona?

Assim que o BioCubo é colocado na caixa de gordura, a biodegradação começa. Em vez de armazenar a gordura, ela será dissolvida pelos micro-organismos, podendo então seguir pela tubulação sem o risco de causar problemas hidráulicos (entupimento) ou ambientais.

Se a caixa estiver vazia, o BioCubo evita que seu volume aumente. Se estiver cheia, ele pode fazer a degradação do material presente, mas seu efeito não será imediato — o ideal é começar o uso antes de atingir a capacidade máxima da caixa.

É importante relacionar a quantidade de BioCubo aplicada na caixa à demanda de biodegradação do estabelecimento — quanto mais gordura, mais micro-organismos serão necessários. Salvo esse cuidado, o gestor não precisa dedicar mais nenhum tempo à sua caixa de gordura, pois o produto é autodosador, mantendo-se ativo por meses, até que o cubo se esgote.

Quais são as vantagens do BioCubo?

Ele elimina a necessidade de retirar manualmente a gordura — uma tarefa ingrata que causa um entrave aos negócios, pois a cozinha precisa ser interditada enquanto o processo não termina.

No entanto, se houver um controle e planejamento precisos, é possível antecipar o momento crítico e programar a limpeza para um horário estratégico. Mas, em muitos casos, o entupimento pega o gestor de surpresa, causando um grande transtorno. Já, com o biocubo, basta seguir a periodicidade de aplicação e usar o encanamento sem temor.

Ele diminui os resíduos gerados pelo estabelecimento e não polui os recursos hídricos para onde o encanamento se destina — muito pelo contrário. Ele também acaba com o mau cheiro que as caixas de gordura tradicionais exalam quando estão perto do limite e evita que baratas e ratos façam moradia no ambiente, já que a gordura não está mais disponível como fonte de alimento.

Como você pode ver, a engenharia e a microbiologia por trás dessa solução biotecnológica tem muitos benefícios a oferecer para o seu negócio. Invista com sabedoria para facilitar a sua vida e reduzir possíveis prejuízos que problemas com a caixa de gordura podem gerar. Pare de acumular gordura velha: mude para o BioCubo!

Para conhecer mais sobre esse biodigestor de alta eficiência e praticidade, assine nossa newsletter e receba todos os nossos posts em primeira mão!

 

FONTE: Blog SuperBAC
http://www.superbac.com.br 

Related posts

Apex-Brasil e BSCA assinam renovação do projeto “Brazil. The Coffee Nation”

Revista Attalea Agronegócios

Sebastião Barbosa toma posse como presidente da Embrapa

Revista Attalea Agronegócios

Cafeicultores participam de capacitação em Cruzeiro do Sul (AC)

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário