CaféCafé e Mercado

[ATLANTICA COFFEE] – Relatório Semanal 12 Abr 2024

EQUIPE ATLANTICA COFFEE
[Relatório Semanal – 08 a 12/04/2024]
Somos uma Trading Company do Grupo Montesanto Tavares, o maior grupo de café do Brasil
que atua em todas as etapas da cadeia cafeeira, desde a
produção dos cafés até a comercialização dos blends no exterior.
As empresas do GMT (Atlantica Coffee, Ally Coffee, Cafebras, Armazéns Gerais Leste de Minas e

as fazendas do GMT Farms) estão localizadas na América do Sul,
Europa, América do Norte e atuam em todos os continentes.
www.atlanticacoffee.com/blog

KCNY e câmbio 

As cotações do café na bolsa de Nova York continuaram seu avanço nesta semana. Com a aproximação do início do período de entrega do vencimento maio/24, no próximo dia 22, as rolagens se intensificaram e o vencimento julho/24 se firmou como o mais líquido, com mais de 116 mil lotes em aberto. Seus preços oscilaram entre a máxima 229,75 nesta sexta-feira e a mínima de 207,85 na segunda-feira (08), com volatilidade de 2190 pontos na semana, sendo 1450 deles somente nesta sexta-feira (12). O vencimento maio/24 chegou a ser cotado por 236,20 centavos de dólar por libra peso. 

Entre as razões que justificam este movimento altista permanece o impacto das recentes e agressivas altas do robusta na bolsa de Londres, visto sua oferta limitada nos maiores produtores da variedade, Vietnam e Indonésia. O vencimento das opções do maio/24 em NY, nesta sexta (12), também influenciou no movimento. A arbitragem entre LONDRES X NY abriu nesta semana, chegando a ser cotada a -53 N4xN4 nesta sexta-feira (12). 

Evolução das cotações do vencimento julho/24 desde 01/01/24. Fonte: Barchart.

No câmbio, o dólar apresentou forte valorização na semana, com a divulgação do CPI (Índices de Preço ao consumidor) dos EUA do mês de março, que apresentou alta de 0,4%, favorecendo o fortalecimento do dólar, que foi cotado entre R$4,9991 e R$5,1483 na semana. O IPCA brasileiro de março/24 também foi divulgado na semana, fechado a 0,16%, abaixo dos 0,25% previstos, depreciando o real. 

Na terça-feira (09) o Cecafé divulgou relatório das exportações de março/24, que apresentou volume recorde para o mês, totalizando 4,293 milhões de sacas de 60kg exportadas, número que representa um aumento de 37,8% se comparado ao mesmo período do ano passado. As exportações do conilon seguem fortalecidas e ultrapassaram 846 mil sacas no período. 

A Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) divulgou na última sexta (05) o relatório com posicionamento de Traders no mercado, referente à semana encerrada na terça (02), que apresentou um aumento de 8.775 lotes comprados, totalizando 43.059 contra um saldo anterior de 34,284. Nesta sexta (12) deverá ser divulgado o relatório com os dados referente ao encerramento da última terça (09). 

Os estoques certificados continuam subindo e fecharam essa sexta-feira (12) em 639.650 sacas de 60kg, representando um aumento de 188.923 sacas em um mês. Atualmente, restam 64.404 sacas pendentes de aprovação. 

JULHO/24: Mín: 207,85 | Máx: 229,75 | Último: 220,45 
BRL/USD: Mín: 5,0000 | Máx: 5,1483 | Último: 5,1232 

*Dados até a finalização deste relatório 


CLIMA

O El Niño está enfraquecendo, e os modelos de previsão climática indicam que o La Niña se estabelecerá no final do outono, previsto para o mês de junho. Ainda sob a influência do El Niño, as temperaturas permanecem acima da média nas regiões cafeeiras durante este mês de abril. 

Há previsão da chegada de uma frente fria na região Sudeste a partir de quinta-feira, dia 18. Entretanto, o sistema frontal deverá chegar com fraca intensidade e não há previsão de queda acentuada das temperaturas. Há possibilidades de chuvas de aumento da nebulosidade e chuvas de fraca intensidade. 

Chuvas previstas para a semana: 

Região Sul de Minas: entre 15 e 20 mm. 

Região Zona da Mata: entre 15 e 20 mm. 

Região do Cerrado: entre 15 e 20 mm. 

Região Alta Mogiana: entre 15 e 20 mm. 

Região de Garça: entre 15 e 20 mm. 


MERCADO DOMÉSTICO e FOB

Com as fortes altas das cotações do café em NY e o fortalecimento do dólar, as bases dos vendedores no mercado interno ficaram mais elevadas. Tais movimentos contribuíram para que muitos negócios fossem realizados na semana, visto os preços mais altos para a ponta vendedora, bem como negócios para entregas futuras.  

No FOB, mesmo com as oscilações de NY, não houve uma abertura de diferenciais expressiva para embarques no curto prazo, sendo estes em níveis de reposição. Para embarques junho em diante, vários negócios foram realizados. A respeito da qualidade Rio Minas, o mercado continua sem liquidez no interno, impactando as ofertas de exportadores, que seguem cautelosos perante a volatilidade dos diferenciais desta qualidade e sua baixa oferta no período. Grinders e 600 defeitos continuam sendo altamente procurados pela indústria no exterior, visto que apresentam uma alternativa para substituir o robusta no blend. 

No mercado interno, as pedidas dos vendedores são como abaixo: 

  • Bebida dura bica good cup na casa de R$1.200,00; 
  • Bebida dura bica fine cup perto de R$1.250,00; 
  • Rio Minas bica corrida com 25 de cata perto de R$1.100,00, com pouca oferta. 
  • 600 defeitos na casa de R$1.020,00, com alta procura; 

LOGÍSTICA

  • Segundo o mais recente Boletim Detention Zero (DTZ), produzido em parceria entre o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé) e a startup de tecnologia logística ElloX Digital, o índice de alteração de escalas e atrasos de navios com café no Porto de Santos (SP), principal ponto de escoamento do produto no Brasil, atingiu 80% em março de 2024. Esse percentual envolveu um total de 90 porta-contêineres, destacando-se uma alteração máxima de 39 dias entre o primeiro e o último deadline. 

Os atrasos de navio nos portos do Rio de Janeiro e de Santos seguem frequentes, com direto impacto nas operações de exportação, além de custos extras com entrega antecipada, pré-sctacking e estadia adicional de container. Estoques de equipamento também continuam baixos. 

Alertamos também para a restrita alocação nas saídas de abril. Alguns destinos da Europa já estão completamente esgotados. 

Related posts

Atlantica Coffee investe em ferramenta de relacionamento com produtores e clientes

Mario

Contratos devem fechar a semana sustentados por fundamentos no café em Nova York

Mario

Cafeicultores de Piedade de Caratinga (MG) e região enfrentam prejuízo de mais de 50 milhões

carlos

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais