Image default
Cana de AçúcarNOTÍCIAS

Algumas usinas de Cana de Açúcar de SP antecipam fim da moagem

A cana seca e miúda é a imagem de uma safra que sofreu os efeitos do clima. Com isso, muitas usinas tiveram menos matéria-prima para processar. A longa estiagem que atingiu os canaviais reduziu a previsão de safra.

Em uma usina de Catanduva (SP), o período de moagem vai terminar um mês antes do previsto. O diretor de operações Luís Marcelo Spadotto diz que o impacto na produtividade foi grande e que vai interferir na safra do ano que vem.

O Nosso Campo visitou também uma usina no município de Novo Horizonte (SP). O volume de moagem deve ser 5% menor que o da safra do ano passado, o que significa 290 mil toneladas de redução. Com isso, a linha de produção também deve parar antes do previsto.

Um levantamento da UNICA – União das Indústrias de Cana de Açúcar mostrou que 20% das usinas do Centro-Sul do país vão antecipar o fim da safra. Se por um lado a produção será menor, a seca deixou a cana mais doce.

No acumulado da safra, o índice de ATR (quantidade de açúcar da planta) totalizou 138,22 kg por tonelada, um aumento de 4,77% em relação ao ciclo passado.

O excesso de açúcar no mercado internacional e a desvalorização do preço do produto fizeram a safra ser mais alcooleira. Até o início de setembro, a quantidade fabricada de açúcar totalizou 18,84 milhões de toneladas. Recuo de quase 20% em relação ao mesmo período de 2017. Já a produção de etanol acumula alta de 33,51%, alcançando 20 bilhões de litros.

 

FONTE: G1

Related posts

Em nova campanha, Sicredi divulga seu propósito e se posiciona como alternativa no segmento financeiro

Mario

SciCrop: AgTech que promove transformação digital de grandes empresas do Agro capta R$ 2 milhões em apenas 10 dias

Mario

Cargill anuncia investimento na Agriness

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais