NOTÍCIAS

Agrocria fatura R$ 130 milhões

A Agrocria Nutrição Animal e Sementes, que possui plantas nas cidades de Anápolis (GO) e Cuiabá (MT), produziu 60 mil toneladas de suplementos minerais, proteicos e energéticos, além de sementes para pastagem, no ano passado.

Volume este responsável por um faturamento de R$ 130 milhões, com crescimento de 20% em comparação a 2019. Nos cinco anos anteriores, a empresa vinha registrando saltos consecutivos de 10%, em média.
Com o resultado, a Agrocria figura entre as doze maiores empresas de nutrição de ruminantes do Brasil, segundo Flávio Castro, diretor de Operações da empresa e conselheiro na Associação Brasileira das Indústrias de Suplementos Minerais (ASBRAM).

Nestas quatro décadas, a companhia passou por intensa transformação. Iniciou como varejista, em 1980, sendo, por muito tempo, a título de curiosidade, a maior vendedora de Cydectin, arames trefilados Belgo, Plenum e Padron do País, passando a trabalhar apenas com produtos de marca própria na nutrição de ruminantes – lançados em 1992 – e sementes de pastagens, a partir de 2000.

“Encerrar a revenda foi uma decisão difícil na época porque ela representava 50% do nosso faturamento, mas estávamos decididos em agregar valor aos nossos próprios produtos e também levar orientação técnica qualificada aos pecuaristas”, explica o sócio-fundador da Agrocria, Gilson Lemos.

Talvez, a mudança mais impactante tenha acontecido em 2017, quando os dois acionistas e fundadores, os médicos-veterinários Gilson Lemos e Ricardo Scartezini, decidiram reformular totalmente os processos na empresa.

Para tanto, contaram com apoio da Fundação Dom Cabral. A consultoria imprimiu novo ritmo de gestão e traçou metas sólidas de crescimento sustentável para as duas fábricas.

“Hoje, nós possuímos 65 produtos, alguns deles referência no mercado onde atuam, e devemos contar com mais lançamentos em breve. A meta é trabalhar com nossa capacidade máxima até 2023”, prevê o diretor de Operações da Agrocria.

A planta localizada em Anápolis (GO), onde também são processadas as sementes de pastagem, tem capacidade produtiva de 60 mil toneladas por ano e a unidade baseada na capital mato-grossense chega a 30 mil toneladas/ano.

Todos os departamentos passaram por mudanças significativas, inclusive na forma de fechar vendas. A negociação envolve não só o cliente, mas também sua família, além de apresentar a ele uma perspectiva de ROI para cada produto de interesse.

Foco nos Resultados – O investimento em Pesquisa & Desenvolvimento sempre esteve no DNA dos fundadores da Agrocria, sendo reforçada pelo Conselho de Administração atual. Qualquer produto é lançado somente após comprovação científica.

Este trabalho é feito em parceria com cinco universidades federais dos estados de Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. Desta iniciativa nasceu a linha Engordin, uma referência quando o assunto é confinamento de bovinos.

“A dieta de grão inteiro já existia no exterior, porém, com pouco uso. Durante quatro anos, fizemos uma releitura deste modelo em parceria com uma universidade federal e adaptamos à nossa realidade. Hoje, ele é sucesso de vendas”, lembra Ricardo Scartezini, que ainda se impressiona com o amadurecimento do mercado de nutrição animal brasileiro.

O Engordin já otimizou o ganho em peso de 2 milhões de cabeças bovinas. Juntam-se a ele as linhas Mineral Maior, Protene e Conversor. Essa última é a antiga Converte, ela ganhou novo nome em resposta às estratégias de mercado definidas. A Agrocria atua nos mercados de bovinos, ovinos, equinos e sementes forrageiras.

Mais informações podem ser consultadas em www.agrocria.com.br

FONTE: PecPress – Comunicação Estratégica – robson@pecpress.com.br

Related posts

FAESP apoia lei que permite o Autocontrole das atividades

Mario

Auditores Fiscais Federais Agropecuários apreenderam produtos de origem animal e vegetal

carlos

Vendas de defensivos biológicos cresceram 77% em 2018, maior índice da história do segmento

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais