EVENTOS - DESTAQUESFlorestais

AgroBrasília é referência na demonstração dos benefícios da estratégia de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF)

Na AgroBrasília, o público – produtores, alunos, projetistas, técnicos de assistência ao campo, agentes bancários – de todo o Brasil terá a chance de entrar em contato com a vitrine tecnológica de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), conhecendo ou atualizando conhecimentos sobre o tema. No Parque Tecnológico Ivaldo Cenci, sede da Feira, a área de ILPF é considerada uma das Unidades de Referência Tecnológica (URT) em ILPF do Centro-Oeste do País. Na edição de 2022, que ocorre de 17 a 21 de maio, os visitantes podem participar do tradicional Dia de Campo, marcado para o dia 20 de maio, e, nos outros dias da AgroBrasília, conhecer o sistema por meio do Circuito Tecnológico de ILPF.

O Dia de Campo e o circuito são realizações conjuntas da AgroBrasília, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Cerrados), da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) e da Superintendência Federal de Agricultura (SFA-DF). Contam também com o apoio de instituições de ensino.

O vice-presidente da AgroBrasília e coordenador do circuito ILPF, Marconi Borges, adianta que a organização da Feira espera até 300 participantes no Dia de Campo. Ainda não foi definido se as inscrições serão feitas antecipadamente ou no dia – decididas, as informações serão amplamente divulgadas. “O que se pretende mostrar no Dia de Campo é a economicidade do sistema ILPF na produção de leite. O público poderá conferir o manejo do gado leiteiro, pastagens alternativas e melhoria da genética dos animas. Nos outros dias, quatro universidades recebem os visitantes no local e divulgam informações sobre o tema, com demonstrações”, explica.

O campo demonstrativo de ILPF na AgroBrasília tem cinco hectares, com diversas espécies e culturas, em diversos arranjos – eucalipto; estilosantes com capim já existente; guandu com capim já existente; milho com capim já existente; capiaçu; sorgo com capim e guandu; milho com cana-de-açúcar; milho com panincum; milho com capim e guandu, e milho com integra.

Integração Lavoura-Pecuária-Floresta é uma estratégia de produção baseada na utilização de diferentes sistemas produtivos, agrícolas, pecuários e florestais, dentro de uma mesma área. Essa utilização pode ser feita em cultivo consorciado, em sucessão ou em rotação, e tem como objetivo tornar mais eficiente o uso da terra, por meio da elevação de patamares de produtividade em um mesmo lugar, da melhor utilização de insumos, da diversificação da produção.

Os dados mais recentes sobre a disseminação de sistemas ILPF no Brasil provêm de uma pesquisa de adoção na safra 2015/2016, encomendada pela Associação Rede ILPF e realizada por Kleffmann Group. De acordo com o levantamento, os sistemas ILPF eram adotados em 11,5 milhões de hectares no Brasil, dos quais mais de 80% estavam configurados como ILP, ou sistema agropastoril. Em 2020, a estimativa era a de que os sistemas fossem usados em até 18 milhões de hectares. Da safra 2015/2016 até a safra de 2020/2021, o aumento estimado foi de 52% de áreas com ILPF em território nacional.

Cabe ressaltar que ILPFs são estratégias tecnológicas ambientalmente sustentáveis, fundamentais à mitigação das mudanças climáticas no planeta. De 2010 a 2015, por exemplo, o aumento de 5,96 milhões de hectares de ILPFs no País foi responsável pelo sequestro de 21,8 milhões de toneladas de CO2eq, sigla que significa “equivalente de dióxido de carbono”. E esses sistemas são, de fato, ferramentas do Plano de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono (Plano ABC+), do governo brasileiro, com operação do Ministério da Agricultura, que não por acaso é um dos maiores parceiros da AgroBrasília na realização de atividades voltadas a ILPF.

Coordenador de Sistemas Agropecuários Sustentáveis do Departamento de Produção Sustentável e Irrigação do Mapa, o engenheiro agrônomo Elvison Nunes Ramos fala da importância que o ministério atribui à iniciativa: “O estabelecimento de parcerias é o caminho para podermos viabilizar a ampliação do desenvolvimento sustentável na agropecuária brasileira. Somente assim serão encontrados caminhos viáveis que incluam todos os segmentos do agro, o que é fundamental para disseminação dessas ferramentas em um país de dimensões continentais como o Brasil”.

Venha para a AgroBrasília 2022

A AgroBrasília assume em 2022 o formato híbrido. As atividades presenciais ocorrem no Parque Ivaldo Cenci, no PAD-DF (no Km 5 da BR 251, sentido Brasília-DF/Unaí-MG), a cerca de 70 km do aeroporto de Brasília. As atividades virtuais podem ser acompanhadas pela plataforma https://digital.agrobrasilia.com.br/.

A Feira é uma realização da Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal (Coopa-DF), com o apoio da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural do Distrito Federal (Seagri-DF), da Emater-DF e da Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF).

Related posts

2º Simpósio Brasileiro de Manejo Biológico da Cultura do Café

Mario

Família Sanglard é campeã do Concurso Florada Premiada 2021

Mario

 O presente e futuro da cadeia de sementes é destaque no Congresso Brasileiro de Sementes

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais