Powered by Rock Convert
Revista Attalea Agronegócios
Aves e Suínos

A importância da avaliação do processo de qualidade de mistura nas fábricas de rações

Atualmente, uma das maiores preocupações das fábricas de rações é produzir o melhor alimento para que os animais possam desempenhar todo potencial zootécnico aliado às técnicas qualificadas de manejo. Sabemos que todo alimento produzido é formulado com base nas metas de desempenho de cada lote, fase e objetivo, portanto, é de fundamental importância garantir que o que está contemplado na formulação esteja disponível para consumo dos animais. Porém, esta não é uma tarefa tão simples assim.

Normalmente os nutricionistas apontam três rações diferentes: a formulada, a ofertada aos animais e a que realmente é consumida (STOKES, 1997). Isso mostra que, na rotina de uma fábrica de ração, existe muito trabalho a ser feito, a começar na eleição das matérias-primas que irão compor a formulação, pois esses ingredientes, além de suprirem as necessidades nutricionais dos animais, podem impactar na eficiência de mistura da batida produzida.

Os fatores que podem impactar na qualidade de mistura são praticamente dois: a granulometria das matérias-primas e o processo de mistura. E, neste artigo, focaremos no processo de mistura.

Para que possamos minimizar os impactos e garantir que o formulado seja realmente ofertado de maneira homogênea aos animais, é preciso acompanhar, verificar e monitorar a eficiência de cada misturador.

Foi pensando nesse importante processo que a Nutron, marca de nutrição animal da Cargill, desenvolveu um método de aplicação único e exclusivo aos seus clientes com a utilização de partículas de ferro (Microtracer®). Sua aplicação consiste em uma verificação em triplicata para garantir que os resultados finais sejam reais ao que o misturador vem apresentando e assim definir a melhor ação a ser tomada se houver necessidade.

Os resultados obtidos por meio dos testes de qualidade de mistura utilizam importantes dados estatísticos (coeficiente de variação, probabilidade e recuperação) que podem mostrar três diferentes conclusões:

  • Qualidade de Mistura Excelente: quando o resultado de coeficiente de variação for 13,00% e a probabilidade > 5,00%.
  • Qualidade de Mistura Regular: quando o resultado de coeficiente de variação estiver entre 13,00% e 16,00% e a probabilidade entre 1,00% e 5,00%.
  • Qualidade de Mistura Não-aceitável: quando o resultado de coeficiente de variação for > 16,00% e a probabilidade < 1,00%.

Como já apontado acima, também é importante observar a recuperação de partículas, pois é um indicador de retenção de produto no processo avaliado. Para que a recuperação seja considerada aceitável, os resultados devem variar de 80% a 120%, com base na inclusão de partículas de Tracer para realização do teste. Portanto, considerando um teste onde se observe uma excelente qualidade de mistura aliado a uma boa recuperação de partículas, pode-se concluir que todo processo está funcionando corretamente.

Ao longo dos anos de 2017 e 2018, o Labtron, Laboratório da Cargill Nutrição Animal – Nutron, analisou diversos testes enviados por clientes e parceiros, advindos da metodologia de aplicação com Tracer. Levando em consideração esses resultados e as três conclusões apresentadas acima, temos o seguinte cenário:

De acordo com o gráfico, é possível observar que 42,73% dos testes indicam excelentes resultados de homogeneidade; 22,73% indicam resultados regulares; e 34,55% indicam resultados não-aceitáveis. Logo, é possível observar que 57,28% dos misturadores avaliados apresentam oportunidades de melhorias no processo. Tendo esse dado em vista, é importante voltar ao “planejamento” e checar alguns pontos importantes que podem ser divididos em dois grupos.

Metodologia de Aplicação

  • Avaliar a presença de magnéticos no sistema que possam reter as partículas de Tracer;
  • Questionar como as partículas de Tracer foram armazenadas antes da realização do teste – a presença de umidade podem impactar diretamente os resultados finais.

Avaliação de Processo

  • Avaliar alteração do tamanho da batida;
  • Melhorar a estrutura do produto, alterando o tamanho de partícula do veículo ou dos ingredientes;
  • Alterar do tempo de mistura;
  • Avaliar a Performance do Misturador (RPM, aterramento, espaço entre as pás e o corpo do misturador e ângulo das pás do misturador quando aplicável);
  • Observar a quantidade e como as partículas de Tracer estão sendo adicionadas no misturador;
  • Alterar a sequência de adição dos ingredientes;
  • Verificar a característica do produto a ser avaliado (higroscopicidade, adição de líquidos, granulometria etc.).

Um dos pontos de maior importância no processo de avaliação de processo da eficiência de mistura é eleger bem os ingredientes que irão compor a formulação a ser utilizada. Cada ingrediente tem uma característica específica (granulometria, densidade, higroscopicidade, carga eletrostática, fluidez e etc), que deve ser levada em consideração.

Sabemos que existem grandes diferenças entre as propriedades das partículas e isso pode contribuir na segregação das mesmas. Isso geralmente ocorre em mistura de partículas mais sólidas, pois elas mudam sua posição relativa dentro da massa em resposta ao movimento. Desta forma, este é um item muito importante, mas que será explicado mais detalhadamente em um próximo artigo.

Para entender a importância do monitoramento do processo de qualidade de mistura no desempenho zootécnico dos animais, a UFRGS (Universidade do Rio Grande do Sul) observou em frangos de corte que os lotes que se beneficiaram de rações advindas de misturadores com coeficientes de variações de 7,46 % e 10,74%  apresentaram 1,55g e 0,89g, respectivamente, de consumo maior quando comparado com um misturador com coeficiente de variação de 20,43%.

O ganho de peso também foi observado e mostrou que os animais alimentados com as rações feitas nos misturadores com 7,46% e 10,74% de coeficiente de variação apresentaram 15,69g e 6,75g a mais de ganho, respectivamente, quando comparado com o misturador de 20,43%.

Isso mostra a importância que o processo de mistura tem na rotina das fábricas de rações e o mesmo precisa ser avaliado, acompanhado, testado – principalmente a cada modificação – com uma frequência factível definida, para que não tenhamos impactos negativos nos parâmetros zootécnicos. Vendo essa necessidade, a Nutron – Cargill Nutrição Animal conta com profissionais capacitados e especialistas que podem ajudar na aplicação, interpretação e contribuir na tomada de decisão para que o cliente possa ter o melhor resultado e assim elevar a lucratividade do seu negócio.

 

FONTE: BLOG DA NUTRON – http://blog.nutron.com.br
Vanessa Secolin (Analista de Serviços Técnicos da Cargill Nutrição Animal – Nutron)
Wesley Massarelli (Especialista Técnico de Qualidade do Labtron da Cargill Nutrição Animal – Nutron)

Related posts

Produção de aves e de suínos será menor neste ano, aponta a ABPA

Revista Attalea Agronegócios

[Paulo Roberto Raffi] – Biosseguridade de granjas de aves matrizes de corte

Auster Nutrição Animal apoia ações para aumento do consumo de ovos na CONBRASUL 2019

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário