Image default
NOTÍCIAS

Glifosato: TRF da 1ª Região suspende Decisão Liminar que proibia o produto

O TRF – Tribunal Regional Federal da 1ª Região anunciou, na tarde desta quinta-feira (dia 23/08) a suspensão da Decisão Liminar da Justiça do Distrito Federal, que suspendia o registro dos produtos à base de glifosato dentro de 30 dias até que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, conclua o trabalho de reavaliação toxicológica do agrotóxico. A decisão havia sido obtida no dia 03 de agosto último.

Confira abaixo a capa e as duas últimas páginas do documento de 294 páginas.

A Monsanto informou que os agricultores usam produtos à base de glifosato há mais de 40 anos no controle de plantas daninhas. “Como todos os produtos herbicidas, o glifosato é revisado rotineiramente pelas autoridades regulatórias para garantir que ele possa ser usado com segurança. Em avaliações de quatro décadas, a conclusão de especialistas em todo o mundo – incluindo a Anvisa, autoridades reguladoras nacionais nos EUA, Europa, Canadá, Japão e outros países, além de organizações internacionais de ciência e saúde – tem sido que o glifosato pode ser usado com segurança”, explicou por meio de nota.

Globalmente, o uso ou a proibição do glifosato não tem consenso e ainda são objeto de pesquisas. Nos EUA, por exemplo, a Agência de Proteção Ambiental (EPA) não incluiu o glifosato na lista de cancerígenos. Já as autoridades da Califórnia, sim. Com isso, obrigou que os fabricantes estampem um alerta nas embalagens. Desde 2015, a substância é classificada como “provavelmente cancerígena” pelo Centro Internacional de Pesquisa do Câncer, braço da Organização Mundial da Saúde (OMS). No entanto, a Agência Europeia de Segurança Alimentar (EFSA) e a Agência Química Europeia (ECHA) discordam dessa classificação.

Related posts

Sicredi participa da COP 28 em apoio à agenda ESG brasileira

carlos

ASSOOLIVE cria Selo de Origem Certificada para azeites da região da Mantiqueira e Sudeste

Mario

Luís Fernando Bianco assume a Coordenadoria de Defesa Agropecuária do Estado de São Paulo

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais