AgroRevendasCaféEVENTOS - DESTAQUES

3º TOUR DE CAMPO AGRO ALTA reuniu 120 cafeicultores em Cristais Paulista (SP) e em Buritizal (SP)

Na Fazenda Bom Jesus (Cristais Paulista/SP) e na Fazenda Santa Rita (Buritizal/SP), evento promoveu a divulgação do manejo Agro Alta com as tecnologias Compo Expert, PrimaSea, Vert, Lallemand, Campo Forte e De Sangosse.

Reunindo cerca de 120 cafeicultores da Região da Alta Mogiana, o 3º Tour de Campo Agro Alta foi realizado no final de abril, com saída da sede da Agro Alta em Ribeirão Corrente (SP), tendo a primeira parada na Fazenda Bom Jesus, do Grupo Labareda, município de Cristais Paulista (SP) e, finalizando na Fazenda Santa Rita, município de Buritizal (SP).

O evento teve como objetivo apresentar aos cafeicultores os resultados do manejo tecnológico Agro Alta, desenvolvido nos últimos dois anos nas duas propriedades.

“Primeiramente, gostaria de ressaltar que a Agro Alta trabalha e vende manejo. A gente não vende produto. Neste ano, organizamos o 3º Tour de Campo Agro Alta com o objetivo de mostrar in loco algumas lavouras de café que apresentavam desafios de produtividade, onde dentro do manejo padrão de cada produtor, não vinha tendo o sucesso que gostariam. Não que as áreas eram ruins de produção, mas não estavam dentro da média da fazenda deles. Na Labareda, o objetivo foi o de tratar e fazer com que as lavouras que estavam fora do padrão da fazenda chegassem no padrão desejado, trabalho este que a fazenda não conseguiu sucesso nos últimos oito anos de tentativas. Já na propriedade do José Bergamasco, eram lavouras do qual eles tratam muito bem, porém, mesmo sendo irrigadas, não respondiam em termos de produtividade da forma como eles esperavam”, explicou Marcos Gamba, diretor da Agro Alta.

CONFIRA O VÍDEO OFICIAL DO EVENTO

Equipe AGRO ALTA: Márcio Gamba (gerente), Engº Agrº Lucas Soares, Elisângela Mendes, Talita Gamba (diretora), Marcos Gamba (diretor), Agnaldo Lourenço (Auxiliar Administrativo ), Thiago Machado (Auxiliar de Estoque) e Engº Agrº Aurélio Borba.

Segundo o diretor, com a adoção do Manejo Agro Alta em ambas as propriedades conseguiu destravar as lavouras, proporcionando uma maior produtividade. “O Manejo Agro Alta propõe produzir mais em uma mesma área. Mesmo em ambientes e em situações diferentes, buscando sempre o crescimento vertical, isto é, produzir mais dentro da mesma área”, afirmou Gamba.

Para Leandro Lombardi, gerente do Grupo Labareda, o trabalho foi desenvolvido em conjunto com a equipe Agro Alta nos últimos dois anos. “Esta é uma área de Catuaí-62. Já está com oito anos de plantio e, desde o começo, nunca se desenvolveu muito bem. Nunca passou de 45sc/ha, mesmo em safra alta”, afirmou Leandro.

“De início, fizemos uma avaliação completa desta lavoura em conjunto com o Departamento Técnico do Grupo Labareda. Vimos que o solo estava muito equilibrado, que as adubações eram muito boas e que não era um problema nutricional, mas sim um problema fisiológico. Desta forma, propusemos um manejo específico para esta lavoura, destacando a importância de uma correta adubação foliar: no momento certo, na hora certa e o quê aplicar”, explicou Marcos Gamba.

“Depois que a gente fez todo este alinhamento com a equipe Agro Alta e demos início ao tratamento, percebemos a evolução da lavoura, tanto no aspecto vegetativo, quanto crescimento e aspecto visual. A forma como ela respondeu nos surpreendeu muito. Pela recuperação que vem mostrando após a adoção do manejo Agro Alta, estimamos que esta lavoura alcançará neste ano cerca de 70 sacas por hectare. Estamos na busca sempre de melhorar a produção. Não é fácil. Estamos conseguindo aos poucos. Em grandes propriedades, as dificuldades são maiores. Eu acredito que estas novas linhas de produtos conseguem entregar um resultado melhor para nós cafeicultores”, afirmou Leandro Lombardi.

Leandro Lombardi, gerente do Grupo Labareda.
Leandro Lombardi, gerente do Grupo Labareda.

Participando do evento, o cafeicultor Antonio Carlos David afirmou: “estamos andando aqui nesta lavoura e, mesmo sendo um ano muito chuvoso, com muito ataque de bactéria, eu não estou vendo café no chão. Como eu também uso Primaz® há muito tempo, posso afirmar com certeza que o produto dá um vigor diferenciado no café, evitando queda de frutos. Quem não fez Primaz® na lavoura este ano, tá com café forrado no chão, em decorrência de muito café chocheado, pelo ataque de doenças”, disse.

Gamba ressaltou ainda que a primeira impressão do cafeicultor é de dúvida, principalmente em decorrência do valor inicial do investimento. “O manejo que nós da Agro Alta indicamos é um investimento maior que o produtor normalmente faz. Porém, ele entrega. E aqui na Labareda damos o exemplo. Nos talhões que realizamos o experimento, alcançamos 12 sacas a mais no primeiro e 15 sacas de café a mais no segundo ano. Quem quer um crescimento vertical, quem quer produzir mais em uma mesma área, esta é a nossa proposta”, ressaltou.

Marcos Gamba, diretor da Agro Alta, orientou os trabalhos nas estações de demonstração do 3º Tour de Campo

ESTAÇÃO TECNOLÓGICA – PRIMASEA
Luiz Zanardo, gerente comercial da PrimaSea para São Paulo e Minas Gerais, apresentou aos participantes os resultados obtidos nas lavouras. “O Lithotanium é uma alga marinha, explorada no município de
Candeias (BA), que fornece 32% de cálcio orgânico e 2% de magnésio orgânico. É um produto que tem 40 elementos essenciais (tanto macro, como micronutrientes), além elementos organominerais, como lisina, triptofano, vários aminoácidos juntos. Com isto, quando ele é aplicado no café, ele tampona o meio por volta de pH 5,5 a 6,5; mantendo um meio saudável, com microorganismos benéficos à planta, aumenta o crescimento de raízes, aumenta o crescimento de ramos. Como o Primaz® apresenta cálcio orgânico, ele circula em toda a planta aumentando o pegamento, melhora o tecido vegetal, melhora a qualidade do grão (produto final), chegando a aumentar a pontuação em comparação ao não tratado. Eu considero que o Primaz® vem atender uma demanda de mercado. Ele é um produto indicado para sintonia fina para altas produtividades. Além disto, o Primaz® apresenta outro benefício. Como é uma característica bem comum de todo cafeicultor, este acaba usando muito adubo. Esta prática promove uma maior salinização na saia do café. O Lithotanium – fora o fornecimento do cálcio e magnésio –, tampona este meio e neutraliza, promovendo um melhor enraizamento e, consequentemente, uma maior produtividade”, esclareceu o gerente comercial Luiz Zanardo.

Luiz Zanardo (Gerente Comercial PrimaSea)
Estação Tecnológica PRIMASEA
Estação Tecnológica PRIMASEA

ESTAÇÃO TECNOLÓGICA – LALLEMAND
Com relação ao 3º Tour de Campo Agro Alta, Victor Souza, RTV da Lallemand da Região da Alta Mogiana, confirma a parceria consolidada entre Lallemand e Agro Alta. “Buscamos, sempre, alcançar resultados sólidos e rentabilidade para o cafeicultor. A ideia do tour é realmente a de mostrarmos resultados alcançados nesta lavoura, que é a qualidade de produto, a entrega de eficiência, performance no campo, venda de valor. Acima de tudo, queremos mostrar que a Lallemand e a Agro Alta estão construindo um trabalho sólido na Região da Alta Mogiana. Queremos mostrar, com os resultados como este aqui na Fazenda Bom Jesus, que todo cafeicultor tem condição de ter sustentabilidade econômica nos seus negócios”, afirmou Victor Souza.

Victor Souza (RTV) da Lallemand
Estação Tecnológica LALLEMAND.
Estação Tecnológica LALLEMAND.
Estação Tecnológica LALLEMAND.

ESTAÇÃO TECNOLÓGICA – VERT AGROTECNOLOGIA
Parceira da Agro Alta, a Vert Agrotecnologia é uma empresa brasileira, de origem alemã, que trouxe para o mercado o quelato de glicina especialmente desenvolvido para uma agricultura de alto desempenho, que é formado pela ligação natural do aminoácido glicina com um ou mais nutrientes balanceados e em alta concentração.
“O produto principal que utilizamos aqui nas duas propriedades foi o Lummina Cupros®, um glicinato de cobre, que nada mais é que um cobre elementar quelatado com o aminoácido glicina, o que facilita a sua absorção e torna-se um produto sistêmico. Utilizamos na Fazenda Labareda, em aplicações de 400g/ha, para o controle fitossanitário. A outra linha utilizada foi o Zenith 47 Balance®, da linha Zenith, linha de blends de nutrição de difícil absorção. Trata-se de um produto à base de 47% de glicina, cálcio, magnésio, cobre, ferro, zinco e manganês, onde aplicamos 05kg/ha, para nutrição foliar”, explicou Paulo Roberto, RTV da Vert Agrotecnologia.

Paulo Roberto (RTV) da VERT AGROTECNOLOGIA
Estação Tecnológica VERT AGROTECNOLOGIA
Estação Tecnológica VERT AGROTECNOLOGIA
Estação Tecnológica VERT AGROTECNOLOGIA

ESTAÇÃO TECNOLÓGICA – COMPO EXPERT
Na propriedade de José Bergamasco, produtor em Buritizal (SP), Marcos Roberto Pereira, Coordenador Comercial Regional Sudeste Brasil mostrou os resultados de experimentos de campo que a Compo Expert Brasil desenvolveu nas lavouras de café.

“Apresentamos o histórico do que era a lavoura e os resultados obtidos com o manejo Agro Alta no período. Trabalhamos na lavoura com a linha Novatec® (800 a 1.200kg/ha), tanto o Suprem como o Premium. O diferencial destes fertilizantes está na tecnologia. São fertilizantes estabilizados, que não lixivia e também não perde por volatilização, permanecendo até 12 semanas no perfil do solo. Com isto, ganha o produtor, que diminuiu o volume de fertilizando a ser aplicado, podendo reduzir em até duas aplicações no ciclo da cultura. Isto, porque, o manejo garante um tempo nutricional por muito mais tempo. Utilizamos, também, os produtos da linha Vitanica®, que são Bacillus amyloliquefaciens com Ecklonia máxima, que é a nossa auxina, que são promotores de desenvolvimento de raiz e também criam um filme de proteção para nematoides e fungos de solo. Já o Black Evolution®, produto à base de matéria orgânica, rico em ácido fúlvico, húmico, cálcio e carbono orgânico, que também promove uma recuperação do solo, proporcionando para que a planta tenha mais vigor. Também trabalhamos com a linha Basfoliar® Multi Si, nosso protetor contra patógenos e insetos raspadores. Ele forma uma película nas folhas, tornando-as mais verde e mais resistentes contra insetos e doenças. Destacamos, também o Citobor®, que é a nossa citocinina + boro, que também tem uma função importante dentro da planta que é o de promover o pegamento da planta, fazendo o carreamento de boro e maior uniformidade dos frutos, proporcionando um amadurecimento e uma colheita mais uniforme. E a linha Hackaphos®. O Violeta 13-40-13 promove um fornecimento maior de fósforo para manter a energia das plantas pós-colheita, já prevendo a próxima florada. E o Hackaphos®s Base indicado para o enchimento de grãos, por garantir um maior fornecimento de potássio. São produtos de extrema qualidade, de baixíssimos índices salinos, que contribuem diretamente, também, para a absorção de outros nutrientes, como nitrogênio, fósforo, cálcio e alguns micronutrientes. Creio eu que, dentro do mercado, não tem um produto similar como estas linhas da Compo Expert. Outra particularidade que preciso destacar está na solubilidade deles, o que garante uma maior uniformidade nas aplicações”, destacou Marcos Pereira.

Marcos Pereira (COMPO EXPERT)
Marcos Pereira (COMPO EXPERT)
Estação Tecnológica COMPO EXPERT.
Marcos Gamba (diretor da AGRO ALTA) e Marcos Pereira (COMPO EXPERT)

ESTAÇÃO TECNOLÓGICA – CAMPO FORTE
Apresentando a Campo Forte Fertilizantes aos cafeicultores participantes, o gerente Paulo Garcia apresentou a empresa. “A Campo Forte é uma empresa nova no mercado no segmento de fertilizantes. Mas que foca na tecnologia para produzir e apresentar ao mercado produtos diferenciados para a cafeicultura brasileira”, ressaltou.

“Destacamos aqui no 3º Tour de Campo Agro Alta três linhas de soluções nutricionais, todos frutos de muita pesquisa e inovação da Campo Forte. A primeira, é a Forte CO JBS, uma molécula orgânica que atua principalmente como condicionador de solo. Já a linha Forte Balance JBS é um fertilizante organomineral, que combina os fertilizantes minerais com a molécula orgânica, tudo isto complexado, no mesmo grânulo, para entregar uma maior rentabilidade e melhor produtividade. A linha Forte Tech JBS também reúne os benefícios da molécula orgânica e dos nutrientes minerais, porém, em uma concentração maior”, explicou Augusto Leão, ATV da Campo Forte.

Marcos Gamba (AGRO ALTA) e o gerente Paulo Garcia (CAMPO FORTE)
Marcos Gamba (AGRO ALTA) e o ATV Augusto Leão (CAMPO FORTE)

ESTAÇÃO TECNOLÓGICA – DE SANGOSSE
Gabriel (RTV) e Ivan (Assistente de Pesquisa e Desenvolvimento De Sangosse) foram os responsáveis por apresentar aos cafeicultores participantes as tecnologias De Sangosse utilizadas no Manejo Agro Alta.
“O Acrecio® é um fertilizante organomineral ativador de solo, que trabalha com quatro princípios de enraizamento. Por conter em sua formulação carbono orgânico, ácido húmico e fúlvico, que trabalha a questão de condicionador de solo, reduzindo principalmente a questão de salinidade, em virtude das adubações. Contém, ainda, triptofano e metilamina, precursores hormonais que induzem o crescimento radicular da planta, tanto em profundidade quanto em volume de raízes secundárias. Além disto, contém a tecnologia Acreciactiv®, que induz a produção de mais pelos radiculares, responsável pela absorção de água e nutrientes, promovendo um maior desenvolvimento vegetal e, consequentemente, aumento do metabolismo fotossintético”, disse Gabriel. “Podemos destacar as principais características do adjuvante Fighter®: a redução de deriva, por alterar a viscosidade da calda de aplicação, redução da formação de espuma na mesma, bem como a quebra de tensão da gota, promovendo um espalhamento gradual e lento, evitando a evaporação e aumentando a vida útil da gota”, explicou Ivan, Assistente da De Sangosse.

Ivan (Assistente de Pesquisa) e Gabriel (RTV) da De Sangosse
Estação Tecnológica DE SANGOSSE.

CRÉDITOS: texto e fotos – Carlos Arantes Corrêa

Related posts

Assinado na Colômbia o novo Acordo Internacional do Café

Mario

Cafeicultor ganha nova ferramenta para o combate aos nematoides

Mario

31º Congresso Brasileiro da Ciência das Plantas Daninhas: Corteva AgriScience apresenta soluções para controle de plantas daninhas

Mario

Deixe um Comentário

Este site utiliza cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você concorda com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar Leia Mais