fbpx
Revista Attalea Agronegócios
Café EVENTOS - DESTAQUES

2ª ALTA CAFÉ: o Evento da Cafeicultura Brasileira

A cadeia produtiva do café em todo o território brasileiro já tem data marcada para se reunir em 2022. De 22 a 25 de março, no Clube de Campo de Franca, município de Restinga (SP), acontecerá a 2ª ALTA CAFÉ – Feira de Negócios e Tecnologia da Alta Mogiana – o Evento da Cafeicultura Brasileira. Será o segunda edição da feira idealizada pelo Sindicato Rural de Franca e pela AEAGRO – Associação dos Empreendedores do Agronegócios de Franca e Região.

A 2ª ALTA CAFÉ acontecerá, de forma presencial, em uma área de mais de 40.000 metros quadrados, em ambiente aberto, onde se reunirão as principais empresas do setor cafeeiro, como fabricantes e revendedores de tratores, colhedeiras, máquinas, equipamentos, implementos e tecnologia da informação voltados para a cafeicultura de precisão e insumos agrícolas.

A feira contará com presença das principais instituições financeiras do Brasil, como o Banco do Brasil, o Sicoob Cred-ACIF, Sicoob-Credicocapec, o Sicoob Credicitrus, o Sicoob Credimogiana e o Sicredi. “Buscamos parceiros financeiros para a 2ª ALTA CAFÉ em que tenham interesse em apresentar linhas diferenciadas de financiamento”, afirmou José Henrique Mendonça, presidente do Sindicato Rural de Franca e da AEAGRO – Associação dos Empreendedores do Agronegócios de Franca e Região. Segundo o presidente, há ainda possibilidade da feira contar com mais duas instituições financeiras oficiais do agronegócio.

O planejamento da 2ª edição da ALTA CAFÉ está seguindo todas as diretrizes para que o evento se confirme como O Evento da Cafeicultura Brasileira. A feira acontecerá num momento particular em que passa a cafeicultura atualmente. Um cenário de dólar alto, preço final do café nunca antes visto, adversidades climáticas frequentes e preços altos nos insumos agrícolas.

José Henrique Mendonça e alguns diretores da AEAGRO mantiveram reunião, neste início de fevereiro, com a prefeita de Restinga (SP), Karla Montagnini Ferracioli, bem como com o diretor da Vigilância Sanitária do município, Abner Lacerda. A pauta da reunião envolveu o convite para que a prefeita participe da solenidade de abertura da feira, que acontecerá no dia 22 de março, bem como a formalização de abertura do alvará de funcionamento e o compromisso de acatar todas as recomendações de biossegurança exigidos pela autoridade sanitária daquele município.

A Dedeagro é a patrocinadora master da 2ª ALTA CAFÉ, que contará ainda com os patrocinadores ouro Sicoob Cred-Acif e Sicoob Credicocapec.

COMERCIALIZAÇÃO
A Comissão Organizadora praticamente fechou a comercialização das áreas de exposição. “Durante estes meses de planejamento, buscamos organizar o layout da feira de forma a atender as necessidades de cada potencial expositor, como por exemplo: areas menores e áreas maiores; estandes com áreas de exposição de máquinas e equipamentos; e áreas de alimentação. Acho que conseguimos organizar uma feira que atenda as expectativas de expositores e também dos visitantes”, explicou José Henrique Mendonça.

Faltam poucas áreas a serem comercializadas. As empresas interessadas devem encaminhar email (altacafe@altacafe.com.br) detalhando o seu interesse e apresentando o telefone e e email do responsável.

QUEM JÁ GARANTIU PRESENÇA

• John Deere / Colorado Máquinas
• Agritech / Sami Máquinas
• LS Tractor / Olimáquinas
• New Holland / A.Alves
• Landini / Agro PL
• Yanmar-Solis / Robusta Tratores
• Case iH / Tracan
• Massey Ferguson / Oimasa
• Sicoob CrediCitrus
• Campo Forte
• Agro Alta
• TDI Máquinas Agrícolas
• Coopercitrus
• Tech Fértil
• Redivo
• Sicredi
• Gota Certa
• Vinimaq
• Casa das Sementes
• Kamaq
• Sicoob Credimogiana
• Itacar
• Pinelo Casa da Borracha
• SWZ Máquinas
• Palinialves
• Grão de Ouro Agronegócios
• Protec-Fran / Shopping do Agricultor
• VN Máquinas Agrícolas
• ACIF – Associação Comercial
• Rural Maq Peças e Flexíveis
• Marispan
• Luma Máquinas
• MIAC
• Santa Izabel
• Pinhalense
• Minami
• Seon / Agron
• K3 Industrial
• Jacto Máquinas Agrícolas
• Sicoob Cred-Acif
• Sindicato Rural de Franca
• Banco do Brasil
• Vicon
• Trevo Peças Agrícolas
• AWZ Máquinas
• Cocapec
• Sicoob Credicocapec
• Agrimec
• Dedeagro
• Quântica Solar
• LuxSol Energia Solar
• BILD Construtora
• GL Corretora
• Blue3 / XP Investimentos
• La Finca Café
• Café Ananias
• Cervejaria Sacramalte
• Supermix Concreto
• Orgânica Agricultura Sustentável
• Sabin Medicina Diagnóstica
• Clube Solar Brasil – Energia Solar
• HS – GKON Consórcios e Investimentos
• AMSC – Região da Alta Mogiana
• Casa das Persianas
• Bamboo Imóveis

DESTAQUES – COLHEDORAS DE CAFÉ

Colhedora Coffe Express 200 Multi – (CASE IH – TRACAN) = SETOR I – Estande nº 67

A Case IH, possui em suas colhedoras de café o que há de melhor em tecnologia de derriça, onde o exclusivo sistema de freio hidráulico associado ao design do rolo derriçado, realizam a colheita de alta performance com o menor dano as plantas e menor arranque de folhas entre todos os produtos existentes no mercado. Este exclusivo sistema também proporciona grande versatilidade, por dar a opção ao produtor de escolher entre colher de forma seletiva ou plena (totalidade dos frutos). Equipada com motor de baixo consumo e fácil manutenção, as colhedoras Case IH apresentam também menor custo operacional, o que aumenta a lucratividade do produtor.

Alta tecnologia, exclusivo sistema de freio hidráulico e design do rolo garantem menos danos e desperdício das plantas, menor arranque de folhas entre todos os produtos do mercado. Opção de colher de forma seletiva ou plena (totalidade dos frutos).

As colhedoras de café Coffee Express 200 Multi da Case IH possuem o que há de melhor em tecnologia de derriça com garantia de alta performance ao colher. Isto representa menos danos às plantas nas mais diversas condições de lavoura. Tudo isso com o menor consumo de combustível do mercado.

Capacidade: até 8 mil litros/hora. Alta capacidade produtiva e maior rendimento e otimização do tempo. Dimensões: 5.730mm comprimento x 3.500mm largura x 3.685mm altura. Peso: 6.700kg.

Colhedora TORNADO REVOLUTION – (AGRO PL – MATÃO) = SETOR H – Estandes nº 63

Acionado por motor diesel MWM de 67 cv, o equipamento se movimenta ao longo da linha de cafeeiros à velocidade de até 1,5 km/h, de modo que as plantas cruzem pelo interior da máquina e tenham seus galhos agitados por varetas giratórias, que assim derrubam os grãos de café.

Por meio de esteiras e um sistema de transporte vertical os grãos são conduzidos a duas caixas de armazenamento com 1.500 litros de capacidade ou transferidos para carretas ou caminhões. O veículo tem transmissão hidrostática no eixo motriz traseiro e apenas uma roda (direcional) na dianteira esquerda.

Peso aproximado: 9.100 kg. Altura: 3.900 mm. Comprimento com cabeçalho: 5.700 mm. Bitola/ largura por fora dos pneus: 3.000 mm. Pneus normais: alta flutuação. Velocidade de trabalho (km/hora): 0,5 a 1,5 km/h.
Motor: mwm d229-4.

Trabalha em até 25% de inclinação. Regulagem de vibração 300/1.300 não agredindo seu cafeeiro. Recolhedor rebaixado 15 cm do solo ! Para colheita seletivas de lavouras novas.

Colhedora K-3500 – (JACTO MÁQUINAS AGRÍCOLAS) = SETOR F – Estandes nº 46 e 47

Oferece ao produtor qualidade dos grãos colhidos, menos perdas, maior rendimento diário, conforto e segurança. O sistema derriçador da K 3500 tem projeto robusto e é produzido com materiais de qualidade. Operações seguras em terrenos com até 20% de declividade além de 6 câmeras que facilitam a operação.

O sistema derriçador da K 3500 tem projeto robusto e é produzido com materiais de qualidade. O sistema eletrônico de controle garante vibração constante independente do porte da planta. Isso permite ao cafeicultor colher com eficiência de derriça superior à 97% e até 35% maior que outras colhedoras do mercado.

As tecnologias do motor diesel eletrônico, transmissão hidrostática 4×4 e sistema de colheita trabalhando perfeitamente integradas, possibilitam velocidades de colheita que podem chegar até 2,5 km/h e translado à 15 km/h.

O reservatório de 2000 litros com descarga simultânea à co-lheita e o sistema de direção com o menor raio de giro do mercado permitem que a K 3500 não pare de colher para descarregar e leve menos tempo manobrando. É mais tempo que sobra para fazer o que realmente importa: colher café!

Operações seguras em terrenos com até 20% de declividade além de 6 câmeras que facilitam a operação. Cabine confortável, com ar condicionado, funções integradas em display touchscreen e joystick.

Colhedora P1000 EVOLUTION – (PINHALENSE – ROBUSTA)= SETOR I – Estande nº 66

A P1000 EVOLUTION traz para o cafeicultor soluções e inovações tecnológicas para a mecanização da colheita, proporcionando um melhor desempenho e resultados impressionantes, como aumentar a produtividade e reduzir os custos com a colheita.

Cabine ergonômica (mais conforto e segurança), motor potente, econômico e menos poluente (atendendo a legislação MAR 1). Recolhedores com palhetas de fácil manutenção e maior durabilidade e um sistema hidráulico com melhor desempenho. Sistema de acionamento eletro-hidráulico de fácil ajuste.

Sistema de abanação com melhro eficiência na limpeza dos frutos colhidos. 4 câmeras com visão noturna.
3 rodas com suspensão independente, manobras mais ágeis em pequenos espaços.

Capacidade: até 9 mil litros/hora. Dimensões: 5.500mm comp x 3.200mm larg x 3.400mm a 4.100mm alt. Peso: 6.500kg.

Colhedora VS 100 – (VN MÁQUINAS – OIMASA) = SETOR E – Estandes nº 32 e 33

A colheitadeira automotriz, proporciona alta eficiência no processo da colheita do café e garante maior produtividade sem estragar a plantação. Suas varetas mais longas, colhem os grãos de café com delicadeza, causando o mínimo de impacto nos galhos, tronco e raízes. Além disso, as colhedeiras possuem um sistema de tração nas três rodas para operar em terrenos com até 35% de declividade, ideal para regiões montanhosas e uma sistematização que assegura a qualidade operacional.

Para garantir a eficiência e proporcionar conforto ao operador, a cabine é equipada com climatizador, limpador de para-brisa, faróis retráteis, rádio e muitos outros opcionais, sendo a única do mercado que possui o monitoramento com celular.

Possui ainda o opcional de descarregar o café do graneleiro basculante integrado, direto pela bica de descarga lateral, evitando assim paradas da máquina e melhor otimização do tempo de trabalho; Sistema de resfriamento com proteção móvel entre hélice e colmeia não permitindo que impurezas cheguem até o radiador.

Capacidade: até 8 mil litros/hora. Alta capacidade produtiva e maior rendimento e otimização do tempo
Dimensões: 5.100mm comp x 3.200mm larg x 3.800mm alt.eso: 6.000kg a 7.200kg.

Atende lavouras com adensamento de até 2,5M.

Colhedora TDI – Automotriz (TDI MÁQUINAS AGRÍCOLAS) = SETOR A – Estande nº 01

A colhedora Automotriz foi desenvolvida para se adequar a realidade da cafeicultura brasileira, desde as lavouras em terrenos planos na Bahia, até os terrenos mais íngremes do sul de minas.

Características principais: Taliscas dos transportadores em Nylon; Pneus de alta flutuação (Super Flot II); Elevadores Inclinados; Recolhedores de mola, fabricação própria; Rodagem Tripla, facilitando manobras; Eixos das varetas com regulagem de largura; Equipamento leve, menor compactação do solo; Entrega técnica e treinamento na fábrica.

Espaço Mínimo entre Linhas: 3 metros Velocidade de Locomoção: 0 a 10 KM/H Velocidade de Trabalho: 0,5 a 1,5 KM/H Declividade: 30% Pressão Máxima dos Motores: 140 BAR Pressão Máxima dos Pistões: 140 BAR Pressão Máxima de Transmissão: 375 BAR Reservatório: 3.000 L. Motor: MWM D 299-4 Potência: 67 CV Rotação Nominal: 1.800 RPM Tanque de Combustível: 210 L Tanque do Sistema Hidráulico: 290 L Tanque do Sistema de Transmissão: 45 L Refrigeração: Água Sistema Elétrico: 12 Volts

Capacidade: até 3 mil litros. Dimensões: 5.130mm comp x 3.000mm larg x 3.800mm alt. Peso: 8.210kg.

Colhedora OXBO 9240 – (OXBO – COLORADO – JOHN DEERE) = SETOR D – Estande nº 29

Colhedora de café de alto rendimento, eficiente e dimensionada para as lavouras de café brasileiras.

A remoção do café da planta é feita de forma eficaz e delicada devido ao conjunto de vibradores Dynarotor® Plus. Este sistema utiliza uma correia sincronizadora para gerar uma vibração cons-tante e uniforme sobre a planta, fazendo a remoção do café sem a necessidade de utilizar rotação excessiva.

O grande túnel de colheita do Modelo 9240 aceita plantas maiores, em velocidades de colheita mais altas, com danos mínimos. O design de três rodas permite um raio de giro pequeno.

O operador é posicionado acima da unidade de separação para excelente visibilidade e com controles de fácil alcance. Cabine deluxe com ar condicionado.

Colhedora RESERVATÓRIO – (SHOPPING DO AGRICULTOR – MAKREIS) = SETOR D – Estande nº 30

Reservatório é uma das colhedoras Makreis de alta tecnologia, que auxilia em grandes processos agrícolas.
Dispõe de descarga em reservatório basculante, atendendo às normas NR31 e NR12.

Além disso, o reservatório possui capacidade de 3600L de armazenamento, com distância de 2,5 metros do chão.

NOVIDADES
Com base na experiência da primeira edição, realizada em 2020, bem como a possibilidade de ocupação do amplo espaço existente no Clube de Campo de Franca, a Comissão Organizadora da 2ª Alta Café planejou várias novidades, dentre elas a Rádio Feira (som ambiente em todos os pontos da feira).

Tudo para atender as expectativas dos expositores e visitantes. Mas sempre seguindo todos os protocolos sanitários estabelecidos pelo Governo de São Paulo.

Related posts

Café da região de Apucarana (PR) aposta na tecnologia para avançar no mercado internacional

AEAGRO e Sindicato Rural de Franca intensificam ações para a realização da 2ª ALTA CAFÉ

Revista Attalea Agronegócios

APPCER promove Concurso de Qualidade de Café Fairtarde

Revista Attalea Agronegócios

Deixe um comentário